dravaleriago2

Entrevista Portal Sabores: Frutas que ajudam na dieta

Há muitos métodos auxiliares para perda de peso ou dicas que podem ser seguidas para que alcancemos resultados mais rápidos nesse sentido. Aqui no Mundo Light, você acompanha valiosas dicas de nutrição e saúde para queimar quilos e obter uma qualidade de vida mais saudável. Depois dos termogênicos, dos grãos de chia e dos alimentos antioxidantes, a dica de hoje são algumas frutas e suas propriedades naturais que podem ser eficazes no processo do emagrecimento, se acompanhadas de uma dieta balanceada e exercícios físicos regulares.
Confira quais são e o porquê de cada fruta auxiliar na obtenção do peso ideal e de uma melhor qualidade de vida. As indicadas são o figo, o limão, o camu-camu, a maçã, a banana, o abacate e a romã. As dicas aqui presentes foram reunidas pelo portal M de Mulher.
Figo                                                                           
Rico em magnésio, diminui a vontade de comer chocolate. A fruta é diurética e, graças às suas sementes, atua como laxante suave. Com baixo índice glicêmico, libera aos poucos no organismo seu açúcar natural, evitando os picos de fome. Melhor ainda se for consumida em uma salada de folhas verde-escuras com uma proteína magra.
Quantidade ideal: uma unidade por dia.
Conheça os benefícios dessa fruta cítrica (Getty Images)
Limão
O segredo do sucesso está na casca e na parte branca, que reveste os gomos. Ali se encontra a pectina, tipo de fibra solúvel que se transforma em gel no estômago e arrasta a gordura para fora do organismo. “Além disso, a pectina ajuda a saciar, facilita a digestão e regula os níveis de açúcar no sangue, evitando os ataques de fome”, afirma a endocrinologista e nutróloga Valéria Goulart, de São Paulo. A fruta é diurética, aliviando o inchaço e a celulite. Rica em vitamina C, ainda fortalece a imunidade e previne anemias.
Quantidade ideal: tome uma vez ao dia suco de um limão feito na centrífuga ou no liquidificador.
Camu-camu
Dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) revelam que o camu-camu tem quase o dobro de vitamina C que a acerola e 60 vezes mais do que a laranja. O nutriente tem tripla função para quem quer controlar a balança: ajuda a eliminar toxinas, a reduzir a gordura localizada e a estimular a circulação sanguínea, amenizando o aspecto da celulite.
Quantidade ideal: “a fruta in natura é bem ácida. Uma boa saída é consumi-la em forma de cápsula de, 1 grama, uma vez ao dia, em jejum”, orienta a médica Valéria Goulart.
Consumo diário de maçã pode reduzir em até 20% a gordura corporal (Getty Images)
Maçã
Estudo realizado na Universidade Nippon Sport Science, no Japão, verificou que o consumo diário da fruta, durante três semanas consecutivas, reduziu em 20% a taxa de gordura corporal em cobaias. Os motivos ainda não foram esclarecidos, mas os cientistas apostam na pectina – ela de novo! –, já que uma maçã média fornece entre 3 e 5 gramas da fibra. O alimento apresenta alto teor de potássio, que elimina o sódio excedente e ajuda a reduzir a retenção hídrica. Ela também é um ótimo antioxidante.
Quantidade ideal: uma unidade com casca por dia (bem lavada, por favor).
A banana pode te ajudar a diminuir a absorção de gorduras e diminuir a compulsão por doces (Getty Images)
Banana
Você tem três bons motivos para incluir a fruta na dieta. Primeiro, porque ela é rica em triptofano, aminoácido bastante usado na medicina ortomolecular para combater a ansiedade e a compulsão por massas e doces. O segundo motivo tem a ver com a presença da vitamina B6, que atua no metabolismo das proteínas e dos lipídios e ajuda a reduzir a absorção da gordura ingerida na refeição. E terceiro, porque a banana contém 2 gramas de fibras solúveis, quantidade suficiente para manter o apetite sob controle por algumas horas. É um excelente calmante intestinal.
Quantidade ideal: duas unidades por dia.
O maior benefício do abacate é reduzir a ação do cortisol (Getty Images)
Abacate
A fruta reduz a ação do cortisol, hormônio liberado em situações de stress ou jejum prolongado que favorece o acúmulo de gordura na barriga. “A substância diminui a ação do hormônio da saciedade e você sente mais vontade de comer doce”, explica a nutricionista Cynthia Antonaccio. Mais benefícios? O abacate tem alto teor de fibra, regula o metabolismo, fornece energia para malhar. Destaque para a gordura monoinsaturada, que aumenta o colesterol bom e protege o coração.
Quantidade ideal: meia unidade pequena duas vezes por semana.
Romã
As sementes oferecem três vezes mais antioxidantes do que o chá verde e o vinho tinto. Com isso, combate as inflamações no organismo, consideradas uma das causas para o desenvolvimento da obesidade. Tal ação foi comprovada em estudo feito pelo departamento de medicina da Case Western Reserve University, em Cleveland, nos Estados Unidos, que mostrou que ingerir 175 mililitros de suco de romã por dia diminui significativamente a atividade de uma proteína inflamatória.
Quantidade ideal: meia xícara de suco de romã por dia. Bata a fruta com água no liquidificador

Entrevista Rádio WebCom Brasil

A Médica, Nutróloga e Membro da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia) fala da importância de uma boa orientação nutricional para nossa saúde.
Crises de mau humor, dificuldade para dormir, falta de disposição e imunidade baixa são alguns dos sinais de alerta emitidos pelo corpo quando algo não vai bem. Mas, embora esses e outros problemas estejam diretamente relacionados aos hábitos alimentares, a associação não é óbvia para todos, sobretudo quando as pessoas acreditam seguir uma dieta adequada.
A Pesquisa Manifesto do Corpo Saudável, desenvolvida pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), em parceria com o multivitamínico Centrum, investiga essas contradições. O levantamento, que ouviu 500 homens e mulheres acima de 18 anos das classes ABC, desvenda como o brasileiro com acesso à internet se sente em relação aos oito sinais corpo saudável – disposição, imunidade, bom humor, cabelo, pele e unhas saudáveis, sono restaurador, apetite regular, bom funcionamento intestinal e ossos e dentes fortes. A pesquisa revela ainda como essa população percebe os impactos negativos da dieta inadequada em sua saúde e bem-estar.
“As pessoas sabem o que precisam fazer para ter uma alimentação melhor, mas não aplicam esse conhecimento no dia a dia e os dados da pesquisa comprovam isso”, afirma a nutróloga Valéria Goulart, membro da ABRAN.
Mesmo entre quem afirma ter uma alimentação saudável – 71% dos homens e 65% das mulheres –, o levantamento demonstra que apenas uma parcela de fato consegue manter hábitos alimentares capazes de fornecer todos os micronutrientes (vitaminas e minerais) necessários para assegurar o bom funcionamento do organismo. Já é sabido que homens e mulheres têm necessidades nutricionais distintas e a forma como cada um cuida da alimentação também, como revela a pesquisa.
A carência de micronutrientes, conhecida como síndrome da fome oculta, colabora para o desenvolvimento de diversas doenças. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS-2004) revelam que uma em cada quatro pessoas sofre desse problema. Para ajudar a contornar esse cenário, a ABRAN e Centrum desenvolveram estudos que resultaram no lançamento do Manifesto do Corpo Saudável, em 2013, ferramenta para alertar e conscientizar a população sobre a importância dos hábitos alimentares.
 
CONFIRA AQUI 
 

Os Antioxidantes no combate do envelhecimento e prevenção do câncer

Sempre um dos maiores questionamentos em relação aos alimentos saudáveis é o sabor, muitas pessoas sentem dificuldade com a reeducação alimentar por este motivo e acabam se perdendo na dieta. Porém, com os alimentos ricos em antioxidantes com certeza você não terá este problema, além de saborosos e super nutritivos, eles podem ajudar no combate de células oxidativas que provocam o envelhecimento precoce e também o câncer.
Frutas vermelhas, chocolate amargo, vinho tinto, linhaça e o abacaxi, são estes alimentos ricos em diversos nutrientes e entre eles os antioxidantes. Como o próprio nome já diz, eles são capazes de impedir a ação oxidativa em nossas células saudáveis provocadas pelos radicais livres, moléculas instáveis dentro do organismo humano. Essa instabilidade faz com que elas busquem se unir a outras moléculas saudáveis, sendo estas estáveis. Porém, quando acontece essa união ambas se tornam radicais livres, aumentando assim cada vez mais e mais.
O envelhecimento precoce do corpo e das células, como também o câncer e diversas outras doenças, são provocados pela ação dos radicais livres. Mas lembrando que, não basta manter uma alimentação balanceada e rica em antioxidantes, também é necessário evitar o consumo de alimentos que contém gordura hidrogenada, conservantes e também o açúcar. Em casos de dúvidas, consulte sempre seu médico!

Para atletas

Através da medicina esportiva, a Doutora Valéria realiza um acompanhamento especializado em atletas. Adaptando-se as particularidades e exigências de cada um, de forma que, torna-se possível proporcionar saúde, bem-estar e uma longevidade saudável para todos, além de, evitar lesões.

A importância do retorno

As consultas médicas são a melhor forma de identificar problemas e doenças, a fim de, tratá-las com eficácia e rapidez. Porém, o erro de muitos é acreditar que após ter o que tanto incomoda solucionado, não é necessário retornar ao médico. Os são essenciais para identificar possíveis disfunções, de forma que, é possível preveni-las antes de seu surgimento. Afinal, prevenir é melhor do que tratar, não é mesmo?!
A Doutora Valéria Goulart se adapta as particularidades de cada paciente, de forma que se torna possível proporcionar atendimentos e tratamentos personalizados para cada um deles.